GYM 310

Para você que é um verdadeiro ferreiro

Por: Chantal

Se você é um verdadeiro ferreiro, e não aguenta mais frequentar essas academias cheias de imbecis que acham que academia é point para pegar a mulherada e que pra ficar forte tem que encher o cu frouxo de esteroides anabolizantes. Onde o instrutor é um babaca que só por que tem um canudo de educação física enfiado no rabo, acha que sabe de tudo e que pode ficar batendo papo com as “gostosas” da academia e deixar de lado quem realmente precisa de ajuda, se você está de saco cheio de treinar no meio de putas que vão para a academia só para dar e exibir o silicone que os machos delas pagaram, eu tenho uma triste noticia, as academias estão cheias desses tipinhos fracos de caráter, você é uma pequena ilha cercada de idiotas por todos os lados, dentro de um lugar que nem poderia ser chamado de academia, um centro de futilidade publica.

Gym Pic (1)

Trabalho a mais de 25 anos com musculação, um dia me vi um peixe fora d’agua, tudo havia mudado, os ferreiros de antes haviam dado lugar a metrossexuais e piriguetes, que só querem se aparecer, as toneladas de ferro deram lugar a equipamentos modernos cheios de frescuras, esteiras high tech, que vão totalmente na contra mão da necessidade de economia de energia dos dias de hoje, anilhas emborrachadas para não sujar as mãozinhas delicadas das bonecas bombadas, salas de musculação cheias de espelhos, parecendo mais um motel, aparelhos de som e tv ligadas o tempo todo, tirando a concentração de quem realmente quer treinar, catracas eletrônicas para garantir que as mensalidades absurdas sejam pagas em dia, sem contar nas promoções estapafúrdias que só visam roubar os alunos.

Isso tudo me fez buscar outras alternativas para meu treino, vendo que não restava mais academias de verdade, resolvi treinar em casa, isolado do mundo fitness, alias, o palavrinha mais bicha, sou do tempo do halterofilismo, da musculação, onde não se usava almofadinha nas costas para fazer agachamento, luvinha para não dar calo na mãozinha das meninas que os pais acham que são homens.

Minha jornada em busca do treino solitário e sem as frescuras do mundinho fitness começou em 1997, eu tinha uns 300 quilos de anilhas, 3 barras longas, alguns halteres, um banco antigo de supino da marca Barabani e um banco multiuso que logo tratei de transforma-lo  em uma mesa romana e um cavalete de agachamento. Arranjei uns carpetes velhos com um amigo, forrei o chão de um quartinho no fundo da obra que viria ser minha casa, peguei um espelho todo manchado e pendurei na parede que ainda estava nos blocos de concreto e comecei meus treinos, que iam da hora que eu fechava meu comercio até meia noite, de segunda a sexta, aos poucos eu ia comprando algumas anilhas e barras, adquirindo aparelhos que ninguém queria mais, não por serem ruins, mas por não se encaixarem nos padrões fúteis dos leigos no assunto, e assim fui construindo minha modesta academia de ferreiro.

Gym 310 040814 (1)

Hoje temos 5 toneladas em pesos, 50 aparelhos dos mais variados, feitos para aguentar qualquer monstro, um modesto setor de cárdio, afinal de contas somos musculação, e um ambiente que lembra uma velha academia dos anos 70, com muito peso e ferreiros de verdade, somos a Gym 310, uma academia humilde da Zona Leste de São Paulo, mas somos uma das ultimas academias feita para quem tem a musculação no sangue, feita  por um ferreiro para ferreiros de verdade.

Gym 310 040814 (2)

Fonte: Memórias de um ferreiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s