30 MENTIRAS SOBRE MUSCULAÇÃO 4ª PARTE

Pinocchio 190813

19º Treino instintivo é o melhor meio de obter ganhos!

Se os fisiculturistas seguissem seus instintos, eles iriam pra casa e abririam uma Budweiser. Treinar por instintivo é uma maravilhosa frase-pegadinha, e até poderia funcionar para atletas que ingerem drogas, pois o simples ato de abrir uma Bud já induziria crescimento muscular neles.

Entretanto, em um fisiculturista natural, uma preparação de longo prazo, para se ter um ganho consistente de massa muscular, o método tem que ser um pouco mais científico. Resultados de pesquisas conduzidas por fisiologistas recomendam uma metodologia sistemática, tal qual a uma que contenha uma periodização onde o fisiculturista através de um período de várias semanas, com pesos sempre crescentes e em percentagem de sua repetição única (nota do tradutor: acho que ele quis dizer uma percentagem do máximo de peso que você consegue com 1 repetição).

Este período de treino intenso tem que seguir a um ciclo de treino “light”. Conseqüentemente, a medida que você progride, os pesos máximos aumentam, a massa muscular aumenta. Não existe nada de instintivo nisso.

20º Mulheres precisam treinar diferente de homens!

Em um nível microscópico não existe diferença entre os tecidos musculares de homens e mulheres. Homens e mulheres possuem diferentes níveis hormonais para o mesmo tipo de hormônio, e isto que conta para justificar a diferença de ganho muscular de um homem e de uma mulher.

Não há absolutamente nenhuma razão para que o treinamento seja diferente, desde que o objetivo final seja idêntico.

A única diferença seria o resultado de preferências culturais e sexuais. Uma mulher poderia desejar desenvolver seus glúteos um pouco mais para parecerem melhor em uma calça jeans justa.

Da mesma forma, um homem pode querer desenvolver um pouco mais as asas para que ele se encaixe no estereótipo cultural de homem viril.

21º Existem suplementos disponíveis que possuem o mesmo efeito dos esteroides, com a vantagem de serem seguros!

A única coisa tão efetiva quanto os esteroides são…outros esteroides. Apesar das propagandas em letras garrafais de muitos distribuidores de suplementos, nenhum suplemento atualmente disponível trabalha como os esteroides.

Entretanto nutrientes e suplementos podem ser extremamente efetivos, especialmente se a sua dieta estiver com alguma lacuna de algum componente crítico, ou você é geneticamente predisposto a aceitar aquele nutriente ou suplemento.

Bioquimicamente, nós como indivíduos variamos enormemente, e a interação da genética conjugada com uma dieta variada, se torna literalmente impossível calibrar o que vai funcionar e o que não vai funcionar para uma pessoa. Isto explica a razão que suplementos funcionam melhor para uma pessoa do que para outra, a mesma linha de raciocínio se aplica para os esteroides.

Suplementos alimentares possuem benefícios que não podem passar despercebidos, eles são geralmente mais seguros, e não lhe mandam pra cadeia. Mas nenhum deles constrói músculos tão rápidos quanto os esteroides.

22º Fisiculturistas profissionais representam a nata da saúde e condição física!

A última das ironias é que o IFBB (International Federation of Bodybuilding and Fitness) está tentando incluir o fisiculturismo nas olimpíadas. Enquanto qualquer atleta em competição de qualquer esporte, nas Olimpíadas estará no seu melhor vigor físico e inclusive propenso a quebrar recordes, o fisiculturista estaria tão fraco no dia da competição que provavelmente não conseguiria se defender de um poodle. As semanas de constante dieta, sessões de treinamentos intensos que estressam o corpo quase além do limiar de recuperação, e a ingestão contínua de drogas potencialmente danosas, e diuréticos os levam a quase completa exaustão.

E pense na imensa quantidade de alimento que os fisiculturistas usuários de esteroides tem de consumir. Em todos os locais onde adultos com mais de 100 anos é um fato corriqueiro, o denominador comum de todos estes locais é que seus habitantes possuem uma dieta hipocalórica ou no máximo uma dieta que seja igual ao seu consumo calórico diário. Ao ingerir menos comida, você ingere menos produtos químicos e gera menos radicais livres em seu corpo.

Um fisiculturista mediano provavelmente ingere 4 a 5 vezes mais alimentos do que estas pessoas. E como resultado é comum estes indivíduos possuírem altos índices de colesterol e pressão alta. Além do mais, com toda essa massa o coração tem que bombear sangue com muito mais força, diminuindo sua vida útil. Tudo isto é o porquê o fisiculturismo é a última instância da vaidade.

Ele existe unicamente para preencher um conceito deturpado de super-humano ideal, sendo que a saúde não é nem levada em consideração. Quase sem exceção essas pessoas não são saudáveis e provavelmente, seriam as primeiras a lhe dizer isso. Entretanto treinamento com pesos e ingestão rica e variada de nutrientes é muito saudável, desde que não seja levada a extremos.

23º Treinar com pesos pode levar a perda de flexibilidade e desempenho atlética!

Pelo contrário, se o exercício é feito adequadamente (devagar e na correta e completa extensão do movimento) treinamento com pesos melhoram a flexibilidade. Muitos atletas agora praticam treinamento com pesos para melhorar o desempenho em seus esportes. Veja o caso de Evander Hollyfield ou de muitos corredores, jogadores de basquete ou ginastas, a lista é longa.

Esta mentira vem lá dos anos 30. Empresas que vendiam programas de exercícios isométricos por correio tentavam convencer as pessoas a não se exercitarem com pesos por que não era prático enviá-los pelos correios. Então eles inventaram essa mentira associando músculos grandes e definidos com falta de flexibilidade.

Esta mentira pode ter sido alimentada pelo sentimento de “enrijecimento” que acompanha uma sessão intensa de academia. Se o trabalho foi intenso e um número suficiente de fibras musculares foi utilizada e microscopicamente danificadas, então mesmo o tônus normal (a nível de contração normal quando estamos relaxados) é mais do que suficiente para causar uma sensação de dor e enrijecimento.Este enrijecimento é composto pelo puxão dos tendões sobre os músculos. Alongamento, entretanto, ira aliviar essa sensação de enrijecimento, e alongamento é uma das etapas recomendadas de qualquer objetivo atlético.

A única confirmação para esta mentira seria no caso de um lançador de bola no beisebol. Um treinamento intensivo poderia afetar a capacidade do lançador de jogar a bola muito rápida, mas isso não seria por causa da ausência de flexibilidade. A velocidade da bola que o lançador pode atirar esta mais relacionada com a relação complexa do comprimento do tendão e sua força e a eficiência do seu sistema nervoso do que com a força muscular, e treinamento com pesos poderia, possivelmente, prejudicar esse balanço delicado.

24º Se entupir de carboidratos é um excelente método para melhorar a sua performance atlética!

A maneira tradicional na qual os atletas se munem de carboidratos para uma competição atlética é primeiro acabando com o estoque de carboidratos no corpo através de exercícios e dieta. Então isto é seguido por descanso e uma alta ingestão de carboidratos. Entretanto, estudos revelaram que este tipo de preparação é desnecessária.

Um atleta que ingere uma dieta balanceada e rica em carboidratos está razoavelmente em boa forma e possuem carboidratos suficientes no seu sistema para atender as demandas de exercícios de curta duração que não ultrapassem 1 hora.

Qualquer pessoa que faça exercícios que durem mais de 1 hora, como corrida de longa distância ou ciclismo, pode se beneficiar do método tradicional de ingestão de carboidratos, mas a habilidade dos músculos utilizar a gordura como fonte de energia além do carboidrato em eventos de longa duração pode ser até mais importante para manter o desempenho alto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s