BODYBUILDING, UMA MAQUINA DE COMER!

Com que frequência comer?

Alimentação 140213

Há um mito de que o seu sistema digestivo precisa “repousar”, que você não deve alimentar-se com muita freqüência porque isso, de certo modo, sobrecarrega sua capacidade de digestão alimentar. Na verdade, o oposto é verdadeiro. Nos primórdios da evolução humana, as pessoas freqüentemente “beliscavam” durante o dia – isto é, comiam periodicamente quando encontravam as plantas e frutas adequadas ou eram bem-sucedidos em conseguir alguma proteína animal.

Seu corpo manuseia várias refeições pequenas melhor do que poucas refeições grandes. Três refeições ao dia é bom. Quatro são ainda melhor. Os fisiculturistas freqüentemente se alimentam a cada 2 a 3 horas, o que quer dizer pelo menos 5 refeições ao dia (um pouco demais para a maioria das pessoas). Alimentar-se com freqüência é uma boa estratégia quando se trata de controle de peso, assumindo que a quantidade total diária de calorias permaneça sob controle, uma vez que você raramente irá ficar muito faminto alimentando-se dessa maneira, e o organismo tem poucos motivos para armazenar uma grande parte da sua ingesta como gordura corporal – o que veremos com mais detalhes.

COMENDO, COMENDO E COMENDO

A freqüência com que você come pode ser tão importante quanto o que você come. Acima, discutimos os benefícios de comer mais de três refeições por dia. Mas, na dieta de competição, você deve comer ainda mais vezes. De fato, muitos fisiculturistas de competição queixam-se da dificuldade de interromper constantemente suas atividades diárias para comer. Você acorda e come. Você vai para a academia e treina, depois come. Você vai a um estúdio fotográfico e, na metade do trabalho, você pára e come.

Antes da competição, os fisiculturistas viajam com vasilhames de comida. Sentem o cheiro de atum aonde vão. Sentam com amigos nos restaurantes, pedem água e comem atum, frango sem pele, arroz, batata assada ou batata doce. É claro que toda essa comida é pesada e medida cuidadosamente; os fisiculturistas freqüentemente preparam os vasilhames na noite anterior e rotulam quando eles devem ser ingeridos e o valor calórica total de todos os alimentos é levado em consideração.

Isso parece difícil? E é. Mas esse tipo de controle é básico para a capacidade dos fisiculturistas de hoje de ficar em forma em um tempo previsto, atingindo o pico no momento certo e parecendo maravilhosos no palco. Alguém já disse que o fisiculturismo não é uma ciência espacial, mas às vezes a gente sente como se fosse.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s